quinta-feira, 17 de novembro de 2005

Umidade Relativa do Vinho

Quase no fim do expediente um colega me aparece com uma garrafa de vinho deixado (quer dizer, abandonado) por um funcionário aposentado em uma outra seção. Arrumou um saca-rolha, algumas taças e pronto, lá estava um pretexto pra reunir o pessoal da seção em (mais) uma mini-confraternização. Era um vinho “Velho Amâncio”. Nosso chefe confere o rótulo e diz, com o entendimento de quem tem autoridade no assunto:

- Humm... um Cabernet Sauvignon... 2001... ótima safra!

Sinal de que The Boss é degustador especializado mermo na parada... Bom, pra quem tá cansado de saborear um Sangue de Boi em copo de plástico - dizem que nesses copinhos qualquer vinho tem gosto de Chapinha - com amigos da facul, qualquer safra é bem-vinda. Então, põe um pouco aí pra mim, André... 'chô prová um pouquin pra vê se é bom mermo...

Enquanto levava a taça à boca, fui constatando: Velho Amâncio... “Cabernet Sauvignon”... safra 2001... Vinho Tinto…



… seco.



Bleargh.





"Bebo porque é suave, se fosse seco eu comia." [Jânio Quadros]