sexta-feira, 20 de maio de 2005

A Indiferença

(Bertoldo, formando)



Primeiro levaram a democracia.

Mas não me importei; não preciso dela em sala de aula.

Depois negaram a paridade.

Também não me importei; nunca quis votar pra Reitor.

Logo em seguida desapareceram professores de vários departamentos.

Continuei não me importando: não sou professor.

Depois os funcionários entraram em greve.

Não fez diferença: não sou funcionário.

Hoje, levaram embora o que ainda restava da universidade pública, gratuita e de qualidade.

Mas agora estou me formando, já é tarde demais.