quarta-feira, 6 de abril de 2005

Prove que tem vida e atravesse

Saio do HUB rumo à faixa da L3. Estendo o braço.
Passa o primeiro devagarzinho... vem o segundo, na mesma velocidade, e indiferença.
Deixa eu estender mais esse braço. Mais um... três, vem vindo outro, quatro... cinco.
Cinco. Ninguém parou. Cada um foi seguindo a indiferença do outro. Tem alguns que ainda olham pra você ao cruzarem a faixa, com uma expressão de surpresa, como quem quer dizer "ih, nem te vi".

Finalmente cruzando a faixa após deixar passar os que têm preferência, lá está a enorme faixa fixada pelo Decanato de Assuntos Comunitários:

"PEDESTRE: DÊ O SINAL DE VIDA E ATRAVESSE".

E ainda me põem como o sujeito a ser advertido.

Ué? Dei meu sinal de vida - várias vezes - mas não pude atravessar... então quer dizer que além de pedestre todo-errado (já que a faixa adverte a mim e não o motorista), para o trânsito eu não passo mesmo de um morto.